Home Arquivos Você sabe a diferença entre o orgasmo clitoriano e o vaginal? Não, não é só a região estimulada!

Você sabe a diferença entre o orgasmo clitoriano e o vaginal? Não, não é só a região estimulada!

3 min read
1
868

O Instituto Brasileiro Para a Sa√ļde Sexual (Ibasexo) divulgou recentemente uma pesquisa a respeito do tempo que a maioria das mulheres leva para chegar ao orgasmo. Segundo¬†o levantamento, elas est√£o cada vez mais r√°pidas: se forem bem estimuladas nas preliminares, levam de 8 a 20 minutos para chegar ao ponto m√°ximo de excita√ß√£o.

Mas o que muita gente ainda não sabe é que existem duas formas de orgasmo feminino: o clitoriano e o vaginal. E qual a diferença entre eles?

De acordo com a Dra. Rosa Maria Neme, ginecologista e integrante de vários hospitais renomados de São Paulo (entre eles o Albert Einstein e o Sírio Libanês), o orgasmo clitoriano e o vaginal se diferem pelo ponto de estimulação e pela dificuldade para que sejam atingidos.

O clitoriano é mais fácil, pois trata-se de um ponto externo e de fácil localização. O segundo é justamente o contrário, já que está condicionado a um ponto desconhecido e de difícil acesso.

Como chegar lá? 

Não existem fórmulas padrão para que as mulheres cheguem ao orgasmo em nenhum dos dois casos. Para o vaginal, sabe-se que é preciso uma estimulação contínua em pontos variados dentro da vagina. No caso do clitoriano, a manipulação, contato constante ou vibratório são as chaves para estimular as fibras nervosas do clitóris e alcançar a excitação.

Segundo a ginecologista,¬†o orgasmo clitoriano √© o mais f√°cil de ser atingido por v√°rios motivos. Entre eles, devido as termina√ß√Ķes nervosas do clit√≥ris, que √© um √≥rg√£o externo e de f√°cil fric√ß√£o.

Mais relacionados
Mais em  Arquivos